Pular para o conteúdo principal

Postagens

"Haveria coisa alguma difícil ao Senhor?"

Livros sempre foram fonte de inspiração em minha vida e nesta fase tão peculiar para uma mulher -  tornar-se mãe-, um deles está me ajudando a ter a visão que preciso para exercer com excelência meu papel. É o livro "Assim na terra como no céu" de Jeffrey R. Holland e Patricia T. Holland. Confesso que a maternidade era mais fácil na teoria. Na prática você descobre o que realmente é exigido, necessário para cuidar e amar aquele bebê tão lindo e fofo.
Sempre acreditei em meu papel como mãe como algo divino e ansiei pelo momento tão aguardado de segurar minha filha em meus braços pela primeira vez. No entanto, quando isso ocorreu, as, primeiras horas e os primeiros dias não foram como algo do tipo "amor à primeira vista"
As primeiras semanas são difíceis. Muitas coisas mudam drasticamente e a principal delas é a falta de descanso. Minha filha mamava a cada meia-hora, o que me dava um descanso de no máximo 10 minutos, quando eu conseguia. É exaustivo e você  então pass…
Postagens recentes

Como entender um coração!

Você já se sentiu vazio? É uma das piores sensações. É diferente de se sentir sozinho. É querer amar e não poder, é querer felicidade e não percebê-la...

O vazio te deixa insensível. Afinal, seu coração te deixa só. E então sua mente alucina e desequilibra.

O caminho a percorrer é longo, estreito, incomodo e solitário. Mandar embora esse vazio parece ser impossível e você sente fraquejar. Tudo ao seu redor está contra você. Suas realizações não passam de meros acasos e o sucesso faz parte de um passado que não lhe pertence.

Como chegou aqui? Para onde ir? Eu quero ficar aqui. Está tudo bem, arriscar-me no escuro para quê? Chega de riscos, chega de perdas, chega de fracassos.

Mas depois de toda noite sombria e fria há um amanhecer...

E eu posso ver pequenos raios de luz que iluminam minha face e tocam meus pés mostrando-me uma estrada longínqua. E a luz aos poucos revela belezas que antes não via e a esperança inicia o processo de cura. E ao agir, o medo provocado pelo vazio começa a d…

Qual é a sua influência no mundo?

Observar é um de meus passatempos preferidos. Quando paramos para observar as pessoas e além disso as ouvimos, começamos a desenvolver um bom julgamento. Nos tornamos capazes de compreende-las e ajudar eficazmente.

O que percebo é que o maior inimigo do ser humano,infelizmente, é o seu próximo. Sim, porque nossas ações refletem no outro. Tudo o que dizemos e fazemos pode tornar uma pessoa feliz ou infeliz, com o risco de consequências a longo prazo.

Quantas pessoas você conhece que desistiram de acreditar na vida, no amor, na fé, na família e até perderam seus valores, tornando seu caráter corruptível... tudo devido a crueldade do homem e falta de amor. Há uma frase muito usual: "decepção não mata, mas ensina a viver". Concordo em parte, pois o que vejo é que muitas pessoas acabam sim, morrendo espiritualmente. Elas se tornam insensíveis, frias e sem esperança. Elas perdem o poder da fé. E deixar de acreditar no amor, na amizade e na fé, pode ser destruidor.


Reflita sobre sua…

Quando não se quer a dor...

Amores do passado são coisas que muitos, se pudessem, apagariam da memória. E isso pela dor trazida...Mas, acredito que o problema não está na dor sentida, afinal o tempo realmente cura, e sim, na imobilidade que permanece para o próximo relacionamento. 
Talvez já tenhamos sentido felicidade o suficiente para se tornar amarga depois e tentativas o suficiente que nos fizeram fracos...
O coração parece perder lugar para a mente, e ela passa a controlar as ações...ela sabe reconhecer os limites do perigo e acabam blindando a alma para que não sofra mais. No entanto, isso deve ser temporário. Felicidade a dois só se obtém com a entrega ao outro, confiança, dedicação, atenção, carinho, amor, e ações onde podemos perceber a preocupação e importância que temos na vida de alguém.

Quando há decepções passadas tendemos a não repetir as mesmas ações. Começamos a limitar o que fazemos e muitas vezes começamos a agir de uma forma em que não somos nós. Passamos a viver uma nova versão de nós. Criam…

Será uma questão política ou social?

Todos que acompanharam as eleições neste ano de 2012 viram escândalos, denúncias e muita sujeira ser divulgada na mídia. Como estamos num período de grande avanço tecnológico e acessibilidade digital, a população opinou, criticou e fez suas ideias repercutirem nas redes sociais. O que mais me chamou a atenção foi a divisão entre PT e PSDB ser destacada e ser tema de acaloradas discussões como se existissem somente esses partidos no Brasil. E ainda como se um fosse o 'bom' e o outro o 'mal'. Discussões  sem fundamentos, ou melhor, todas baseadas no escândalo do mensalão.  Bem, se formos investigar o histórico 'ficha limpa' dos partidos será que alguém escapa? Talvez somente os partidos que brigam por um lugar ao sol e nunca chegam a candidatura. Todo partido já teve em sua história um político que, podemos dizer, desonrou seu papel e não defendeu a causa do povo. Mas tudo isso gera muita discussão e não quero me ater a isto. Para mim nossos problemas acabariam …

A dor da alma

Ao longo dos anos ouvi tantas vezes a palavra depressão, no entanto nunca conseguia ter ideia de seu real significado. E agora ela me assombra todas as noites e tenta se apossar das horas do meu dia.
É quase impossível explicar a causa, definir exatamente o que culminou essa situação. O fato é que abalou minha autoestima e confiança.

Os conflitos com os quais eu sempre convivi em sala de aula, em casa e nas situações do cotidiano se tornaram um grande peso, um problema sem solução. No início eu pensei que estava apenas incomodada ou irritada com algumas situações, pensei até serem sintomas da TPM. Como poderia assim ter sido. Dia após dia tudo só piorou...
Passei a me sentir sufocada e incapaz diante dos meus desafios. A situação só foi piorando a cada aula que eu entrava e começou a afetar minha vida pessoal. De uma pessoa doce, paciente e amável, passei a ser rude, impaciente e irritante. Minha mente se enchia de pensamentos negativos e nada motivadores. A solução - sair da sala de …

Parabéns Professor!

Professor é uma palavra que se associa a tantas outras
Algumas podem significar frustrações, perdas e fracasso
Mas, muitas são alegria, conquistas, gratidão, crescimento, mudanças e muito mais...

Aprendi ao longo dos anos que para toda história ter um final feliz precisamos antes passar pelos obstáculos. É através de cada dificuldade superada que enfim sabe-se o que é felicidade.

Ensinar é um aprendizado para toda a vida!

Sou grata pela caminhada que fiz nos últimos cinco anos...pelos amigos que fiz, pelas mãos que levantei e por aquelas que me levantaram, pelas mentes brilhantes que conheci, pelos abraços e beijos que aqueceram a alma e por conhecer não apenas o comum, mas também a diversidade do SER HUMANO!